Estratégias de autocuidado em hanseníase adotadas pelos profissionais da equipe multiprofissional de saúde

Autores

  • Thaís Emmanuele Passos Sousa Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA
  • Joyce Mazza Nunes Aragão
  • Naiara do Nascimento Brito Universidade Federal do Piauí - UFPI

DOI:

https://doi.org/10.59483/rfpp.v3n4.96

Palavras-chave:

Hanseníase, Autocuidado, Promoção da saúde

Resumo

A hanseníase é uma doença de caráter infectocontagioso de progressão lenta e capaz de provocar uma diversidade de deformidades e incapacidades físicas de grande potencial, tendo como agente etiológico o Mycobacterium leprae. A alta prevalência ainda persistente desta doença, aliada ao seu poder incapacitante, constata a necessidade da atenção e preparo dos profissionais de saúde para a assistência e promoção do autocuidado voltado para os pacientes. O objetivo deste estudo consiste em identificar, por meio de uma revisão da literatura científica, as estratégias de promoção do autocuidado em hanseníase que têm sido mais utilizadas pelas equipes multiprofissionais de saúde. Trata-se de uma revisão integrativa realizada durante o mês de novembro de 2021. A busca na Biblioteca Virtual em Saúde (BVS) foi pautada pela seguinte questão: “Quais as estratégias de promoção do autocuidado em hanseníase têm sido adotadas pelos profissionais de saúde?”. A amostra foi composta por 13 estudos, sendo feita a análise e discussão de cada um deles. Pode-se destacar o ano 2021 com quatro publicações, 2020 com duas publicações, em seguida os anos 2019 e 2018, cada um com três publicações e, por fim, o ano de 2016 com uma publicação. Foram evidenciadas as seguintes estratégias: pilates, grupos de autocuidado, uso de tecnologias como facilitadoras do autocuidado, a importância do apoio emocional, familiar e psicológico, construção de tecnologias que propaguem informações de forma prática e didática acerca da hanseníase e ações educativas que esclareçam os sintomas, riscos e como praticar o autocuidado.  Como conclusão, sugere-se a realização de mais estudos que visem identificar as estratégias de autocuidado em hanseníase, destacando-se, principalmente, a importância de cada uma destas ações , tendo em vista possibilitar a elaboração de condutas de prevenção de incapacidades físicas.

Biografia do Autor

Thaís Emmanuele Passos Sousa, Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA

Graduanda em Enfermagem pela Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA

Joyce Mazza Nunes Aragão

Enfermeira, Doutora em Enfermagem pela Universidade Federal do Ceará - UFC, Especialista em Saúde da Família pela Escola de Saúde Pública Visconde de Saboia - ESPVS

Naiara do Nascimento Brito, Universidade Federal do Piauí - UFPI

Fisioterapeuta pela Universidade Federal do Piauí - UFPI, Especialista em Saúde Pública Visconde de Saboia - ESPVS

Referências

Moreno CMC. Associação de anticorpos específicos contra o ao desenvolvimento de incapacidade em hanseníase. Tese (Doutorado em Enfermagem), Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal [Internet]. 2017 [acesso em 2021 nov. 17]; Disponível em: https://repositorio.ufrn.br/bitstream/123456789/24147/1/CleaMariaDaCostaMoreno_TESE.pdf

Alves ED, Ferreira TL, Ferreira IN. Hanseníase: avanços e desafios. Brasília-DF: NESPROM [Internet]. 2014 [acesso em 2021 nov. 17]; 497 p. Disponível em: http://nesprom.unb.br/images/ebooks/TICs/hanseniaseavancoes.pdf

Ministério da Saúde. Boletim Epidemiológico. Panorama de Hanseníase no Brasil. 2023. Disponível em: https://www.gov.br/saude/pt-br/centrais-de-conteudo/publicacoes/boletins/epidemiologicos/especiais/2023/boletim_hanseniase 2023_internet_completo.pdf#:~:text=Em%202021%2C%20106%20pa%C3%ADses%20reportaram,%2C6%25%20do%20total%20global.

Secretaria da Saúde do Ceará. Boletim Epidemiológico. Hanseníase/ Nº 01. 2023. Disponível em: https://www.saude.ce.gov.br/wp-content/uploads/sites/9/2018/06/Boletim-Epidemiologico-HANSE-20223.pptx.pdf

Araújo EJB, Araújo OD, Araújo TME, Almeida PD, Sena IVO, Neri EAR. Pós-alta de hanseníase: prevalência de incapacidades físicas e sobreposição de doenças. Cogitare Enfermagem [Internet]. 2018 [acesso em 2021 nov. 2021]; (23)4: e58080. Disponível em: https://www.redalyc.org/journal/4836/483660655021/

Ferreira LS, Dias GAS, Silva TVB. Autocuidado em hanseníase na atenção primária à saúde: avaliação do conhecimento de usuários de uma unidade básica de saúde autocuidado em hanseníase na APS. Revista CPAQV – Centro de Pesquisas Avançadas em Qualidade de Vida [Internet]. 2020 [acesso em 2021 nov. 17]. Disponível em: http://www.cpaqv.org/revista/CPAQV/ojs-2.3.7/index.php?journal=CPAQV&page=article&op=view&path%5B%5D=582&path%5B%5D=pdf

Galvão CM, Sawada NO, Trevizan MA. Revisão sistemática: recurso que proporciona a incorporação das evidências na prática da enfermagem. Revista Latino-americana Enfermagem [Internet]. 2004 [acesso em 2021 nov. 17]; 12(3), 549-56. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rlae/a/kCfBfmKSzpYt6QqWPWxdQfj/?lang=pt&format=pdf

Mendes KDS, Silveira RCDCP, Galvão CM. Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto and Contexto Enfermagem [Internet]. 2008 [acesso em 2021 nov. 17]; 17(4), 758-64. Disponível em: https://www.scielo.br/j/tce/a/XzFkq6tjWs4wHNqNjKJLkXQ/?format=pdf&lang=pt

Organização Pan-Americana da Saúde / Organização Mundial da Saúde por meio do Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde (BIREME/OPAS/OMS) [Internet]. 2011 [acesso em 2021 nov. 17]. Disponível em: https://www.paho.org/pt/bireme

Barasuol AM, Guimarães SC, Pontes-Silva A, Quaresma FRP, Maciel ES. Intevention with a Pilates program in the primary health care of leprosy patients: an experimental study. Rev Assoc Med Bras [Internet]. 2021 [acesso 2021 nov. 25];67(8):1182-1186. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ramb/a/fZgXYykJHhcd36GwnbhrZgr/?format=pdf&lang=pt

Eze CC, Ekeke Ngozi, Alphonsus C, Lehman L, Chukwu JN, Nwafor CC, Stillwaggon E, Meka AO Sawers L, Ikebudu J, Anyim MC, Ukwaja KN. Effectiveness of self-care interventions for integrated morbidity management of skin neglected tropical diseases in Anambra State, Nigeria. BMC Public Health [Internet]. 2021 [acesso em 2021 nov. 25]; 21:1748. Disponível em: https://bmcpublichealth.biomedcentral.com/track/pdf/10.1186/s12889-021-11729-1.pdf

Souza NMN, Belmonte ML, Alves MGT, Nascimento RD, Gomes MF, Santos DCM. Autocuidado em hanseníase sob a ótica de grupos operativos: uma abordagem qualitativa. Online Braz J Nurs [Internet]. 2021 [acesso em 2021 nov. 25]; 20:e20216448. Disponível em: https://docs.bvsalud.org/biblioref/2021/05/1223157/6448-pt.pdf

Noordende AT, Pereira ZBS, Kuipers P. Key sources of strength and resilience for persons receiving services for Hansen’s disease (leprosy) in Porto Velho, Brazil: What can we learn for service development? International Health [Internet]. 2021 [acesso em 2021 nov. 25]; 13: 527–535. Disponível em: https://pdfs.semanticscholar.org/7ead/0b402f04b7dcda1a74b8562cbe28a5cf9a16.pdf?_ga=2.214178512.65139639.1643061789-950421320.1637674061

Paul SK, Kumar DP. Use of mobile technology in preventing leprosy impairments. Disability and Rehabilitation: Assistive Technology [Internet]. 2020 [acesso em 2021 nov. 25]. Disponível em: https://sci-hub.hkvisa.net/10.1080/17483107.2020.1804631

Nóbrega MM, Brito KKG, Antas V, Carvalho PS, Santana EMF, Silva MA, Soares MJGO. Self- care in individuals with leprosy: evaluating pratics in the secondary health care network. Cogitare Enfermagem [Internet]. 2020 [acesso em 2021 nov. 25]; 25: e65339, Disponível em: https://revistas.ufpr.br/cogitare/article/view/65339/pdf_en

Gomes MNC, Cunha AMS, Lima ABA, Tavares CM. Desenvolvimento das ações de um grupo de autocuidado em hanseníase como ferramenta de promoção da saúde. Revista APS [Internet]. 2019 [acesso em 2021 nov. 25]; 22 (2): 468–478. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/aps/article/view/16727/20789

D’Azevedo SSP, Santos DCM, Alves MGT, Sousa NMN, Arruda GA, Lima MCV. Qualidade de vida de pessoas afetadas pela hanseníase inseridas em grupos de apoio ao autocuidado. Cogitare Enfermagem [Internet]. 2019 [acesso 2021 nov. 25]; 24: e64266, 2019. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/cogitare/article/view/64266/pdf

Martins RMG, Dias ÍKR, Sobreira CLS, Santana KFS, Rocha RMGS, Lopes MSV. Desenvolvimento de uma cartilha para promoção do autocuidado na hanseníase. Rev enferm UFPE on line [Internet]. 2019 [acesso em 2021 nov. 25]; 13:e239873. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/view/239873/33009

Lima MCV, Barbosa FR, Santos DCM, Nascimento RD, D’Azevedo SSP. Práticas de autocuidado em hanseníase: face, mãos e pés. Rev Gaúcha Enferm [Internet]. 2018 [acesso em 2021 nov. 25]; 39:e20180045. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rgenf/a/HJj3MGRvvL4sfTC8CpxGDvJ/?lang=pt&format=pdf

Ferreira RC, Ribeiro MTF, Vergas- Ferreira F, Sampaio AA. Assistive technologies for improving the oral hygiene of leprosy patients residing in a former leprosy colony in Betim, Minas Gerais, Brazil. PLos ONE [Internet]. 2018 [acesso em 2021 dez. 15]; 13(7):e0200503. Disponível em: https://pdfs.semanticscholar.org/2af8/c4c7e2cf2af57e16f0122285f82e9fdf336f.pdf?_ga=2.17039230.65139639.1643061789-950421320.1637674061

Laurindo CR, Vidal CL, Martins NO, Paula CF, Fernandes GAB, Coelho ACO. Acesso à orientação quanto ao autocuidado por pessoas diagnosticadas com hanseníase em um município da Zona da Mata Mineira. HU Revista [Internet]. 2018 [acesso 2021 dez. 15]; v. 44, n. 3, p. 295-30. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/hurevista/article/view/14130/18763

Maia FB, Teixeira ER, Silva GV, Gomes MK. The Use of Assistive Technology to Promote Care of the Self and Social Inclusion in Patients with Sequels of Leprosy. PLoS Negl Trop Dis [Internet]. 2016 [acesso em 2021 dez. 15]; 10(4): e0004644. Disponível em: https://journals.plos.org/plosntds/article/file?id=10.1371/journal.pntd.0004644&type=printable

Ministério da Saúde (Brasil). Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância Epidemiológica. Autocuidado em hanseníase: face, mãos e pés. Ministério da Saúde. [Internet]. 2010. [acesso em 2021 dez. 15]. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/autocuidado_hanseniase_face_maos_pes.pdf

Sousa RRG, Firmino CDB, Sousa MNA, Nascimento MMP. Experiências de um grupo de autocuidado em hanseníase. RIS [Internet]. 2015 [acesso em 2021 dez. 15]; 2(1): 136-56. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/318457220_EXPERIENCIAS_DE_UM_GR UPO_DE_AUTOCUIDADO_EM_HANSENIASE.

Morais JR, Furtado ÉZL. Grau de incapacidade física de pacientes com hanseníase. Rev Enferm [Internet]. 2018 [acesso em 2021 dez. 15]; 12(6):1625-32. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/view/231049

Filho FRJL, Brasil ML, Silva IGB, Lopes MSV, Viana MCA, Bezerra AM. Tecnologias em saúde e enfermagem utilizadas no tratamento de pessoas com hanseníase: revisão integrativa. Revista Saúde & Ciência online [Internet]. 2020 [acesso em 2021 dez. 15]; v.9, n. 3,). p. 90-104. Disponível em: https://rsc.revistas.ufcg.edu.br/index.php/rsc/article/view/466/420

Leite AGA, Sousa JCM, Feitosa ANA, Vieira AG, Quental OB, Assis EB. Práticas de educação em saúde na estratégia saúde da família: revisão integrativa da literatura. Rev. Enferm. UFPE online [Internet] 2015 [acesso em 2021 dez. 15]; 9(10):1572-9. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/view/10872

Freitas BHBM, Silva FB, Jesus JMF, Alencastro MAB. Leprosy educational practices witch adolescentes: an integrative literature review. REVIEW- Rev Bras Enf [Internet]. 2019 [acesso em 2021 dez. 15]. Disponível em: https://www.scielo.br/j/reben/a/48wvrkPD99XKKMprr3knq9L/?lang=em

Pinheiro M, Silva S, Silva F, Ataide C, Lima I, Simpson C. Knowledge On Prevention Of Disabilities In A Hanseniasis Self-Care Group. REME: Revista Mineira De Enfermagem [Internet]. 2014 [acesso em 2021 dez. 15]; 18(4). Disponível em: https://www.reme.org.br/artigo/detalhes/971

Downloads

Publicado

20-12-2023

Como Citar

1.
Sousa TEP, Aragão JMN, Brito N do N. Estratégias de autocuidado em hanseníase adotadas pelos profissionais da equipe multiprofissional de saúde. RFPP [Internet]. 20º de dezembro de 2023 [citado 19º de julho de 2024];3(4). Disponível em: https://revistadeodontologia.facpp.edu.br/index.php/rfpp/article/view/96

Edição

Seção

Artigos