Influência do pré-aquecimento de resinas compostas sobre as propriedades físicas e aplicabilidade clínica

Autores

  • Eduarda da Silva Santos
  • Eloah Nunes de Almeida Universidade Salgado de Oliveira
  • Walleska Feijó Liberato Universidade Veiga de Almeida
  • José Rafael Assad Cavalcante Universidade do Oeste Paulista
  • Luis Felipe Jochims Schneider Universidade Federal Fluminense
  • Larissa Maria Assad Cavalcante Universidade Federal Fluminense

DOI:

https://doi.org/10.59483/rfpp.v1n1.4

Resumo

Objetivo: O objetivo deste estudo foi realizar uma revisão de literatura sobre as principais influências do pré-aquecimento da resina composta sobre propriedades físico-químicas e a aplicabilidade clínica dessa técnica. Materiais e métodos: A metodologia utilizada foi de busca nas Bases de dados PubMed, MEDLINE, Periódicos Capes e LILACS. Resultados: Verificou-se que o pré-aquecimento de resinas tem mostrado resultados positivos em estudos laboratoriais realizados até o momento. Alguns apontam melhor adaptação do material às paredes da cavidade e consequente redução da quantidade de bolhas. Outros apontam que o aumento da temperatura pode elevar a mobilidade molecular e aumentar a frequência de colisão de espécies reativas, permitindo maior conversão de monômeros antes do início da fase de vitrificação do material e consequente redução dos valores de tensão de polimerização. Com relação à técnica, verificou-se que a temperatura de pré-aquecimento de compósitos restauradores pode variar entre 60-70o C e em períodos de tempo que podem variar de 3 a 30 minutos. Também foi verificado que o pré-aquecimento de resinas compostas tem apresentado resultados positivos quando o material é empregado como agente de cimentação. Conclusão: Diante dos achados encontrados, pode-se concluir que o pré-aquecimento de compósitos aumentou a fluidez do material, favoreceu sua aplicação tanto para uso como material restaurador direto quanto para a cimentação de peças protéticas. Entretanto, a capacidade de alteração do comportamento é dependente da marca comercial selecionada.

Biografia do Autor

Eloah Nunes de Almeida, Universidade Salgado de Oliveira

Possui graduação em Odontologia pela Universidade Federal Fluminense (2019). Atualmente faz Especialização em Dentística pela FOP/ UNICAMP e Mestrado em Dentística na Universidade Federal Fluminense. Atualmente é Preceptora na Universidade Salgado de Oliveira - Niterói. Tem experiência na área de Odontologia, com ênfase em Clínica Odontológica, atuando principalmente nos seguintes temas: clareamento dentario, reabilitação oral, odontologia preventiva, atendimento à paciente especiais e odontopediatria.

Walleska Feijó Liberato, Universidade Veiga de Almeida

Possui graduação em Odontologia pela Universidade Federal Fluminense (2014), Mestrado Acadêmico em Clínica Odontológica pela UFF (2018). Possui especialização em Implantodontia (2017) e Dentística estética e Restauradora (2019) pela UFF, encontra-se atualmente cursando Doutorado em Dentística pela UFF. Atualmente, leciona como professora auxiliar na Universidade Veiga de Almeida (Agosto, 2021). Tem experiência na área de Odontologia, com ênfase em Estética odontológica, atuando principalmente nos seguintes temas: implantes odontológicos, materiais dentários, seleção de cores e próteses dentais.

José Rafael Assad Cavalcante, Universidade do Oeste Paulista

Graduado em Medicina pela Universidade Gama Filho (2005). Médico do trabalho (Título de especialista pela ANAMT) e Perito Médico (Título de especialista pela ABMLPM). Advogado, graduado pelo Centro Universitário Antonio Eufrásio de Toledo (2014), Professor da disciplina de Medicina Legal da ACADEPOL - ACADEMIA DE POLÍCIA DR. CORIOLANO NOGUEIRA COBRA;Professor dos cursos de Pós-Graduação em Medicina do Trabalho e em Medicina Legal e Perícias Médicas da UNOESTE.

Luis Felipe Jochims Schneider, Universidade Federal Fluminense

Possui graduação em Odontologia pela Universidade de Santa Cruz do Sul (2003), Mestrado (2005) e Doutorado (2008) em Materiais Dentários pela Universidade Estadual de Campinas (FOP-UNICAMP, 2005). Possui Pós-Doutorado pelo Biomaterials Research Group, School of Dentistry, The University of Manchester. Tem experiência na área de Odontologia, com ênfase em Materiais Odontologicos, atuando principalmente nos seguintes temas: compósitos odontológicos, degradação de polímeros, fotoiniciadores, fotoativação. 

Larissa Maria Assad Cavalcante, Universidade Federal Fluminense

Possui graduação em Odontologia pela Universidade do Oeste Paulista (2000), Mestrado (2005) e Doutorado (2008) em Clínica Odontológica pela Universidade Estadual de Campinas (FOP-UNICAMP). Realizou o Doutorado Sanduíche pela CAPES e o Pós-doutorado no Biomaterials Research Group na The University of Manchester (Inglaterra).Tem experiência na área de Odontologia, com ênfase em Dentística e Materiais Dentários, atuando principalmente nos seguintes temas: compósitos odontológicos, propriedades de superfície, degradação de polímeros, clareamento dental.

Downloads

Publicado

22-12-2021

Como Citar

1.
Santos E da S, Almeida EN de, Liberato WF, Cavalcante JRA, Schneider LFJ, Cavalcante LMA. Influência do pré-aquecimento de resinas compostas sobre as propriedades físicas e aplicabilidade clínica. RFPP [Internet]. 22º de dezembro de 2021 [citado 19º de julho de 2024];1(1). Disponível em: https://revistadeodontologia.facpp.edu.br/index.php/rfpp/article/view/4

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)