Comparação entre o scanner de bancada e o scanner intra-oral

relato de caso

Autores

  • Jeferson Garcia de Araújo UERN
  • Emmily Cruz Cirilo da Silva
  • Eduardo José Guerra Seabra
  • Samarony Araújo Silva

DOI:

https://doi.org/10.59483/rfpp.v4n2110

Palavras-chave:

Projeto auxiliado por computador., Prótese dentária, Tecnologia, Odontologia, Fluxo de trabalho

Resumo

Introdução: A inovação está cada vez mais presente na odontologia e constantemente novas ferramentas digitais estão ao nosso dispor. As etapas digitais podem ser incorporadas progressivamente nos fluxos de trabalho convencionais, auxiliando na implementação do fluxo de trabalho digital. Caso clínico: Paciente R. D. S. do sexo Feminino, com grandes restaurações de amálgama, fraturadas nos elementos 16, 37 e 47. Após a remoção das restaurações fraturadas, teve como plano de tratamento uma coroa para o 16 e 47, já no elemento 37 foi planejado uma overlay. Após preparo e colocação de fio retrator duplo nos elementos preparados foi feito o escaneamento com o iTero Element™ e posterior moldagem com silicone de adição pela técnica de passo único. Depois do molde vazado em laboratório, foi feito o escaneamento dos modelos com o scanner Done 3D modelo UP 300E. Foi feita a avaliação do cadista dos arquivos de escaneamento e foi eleito o arquivo de escaneamento de bancada para realizar o trabalho. As coroas foram confeccionadas em EMAX na cor EA3,5 utilizando o sistema de CAD/CAM. Foi feito o preparo das peças com ácido clorídrico 10% e silano, o cimento utilizado foi auto condicionante e autoadesivo. A paciente se mostrou muito satisfeita com a estética, função e conforto. Conclusão: Diante do presente trabalho conclui-se que a tecnologia na odontologia obteve grandes avanços e sucesso ao longo dos anos e que o fluxo digital tem alternativas para ser implementados em diferentes tipos de estrutura de equipamentos, sendo essencial o profissional conhecer bem os critérios das técnicas.  

Referências

Freitas RFCP. (2022). Tecnologia digital em próteses totais: propriedades dos materiais CAD-CAM e desenvolvimento de uma patente de inovação para simplificação do fluxo de trabalho. 124 f. Tese (Doutorado em Ciências Odontológicas) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2022. Disponível em: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/50129. Acesso em: 14 jun. 2024.

Joda T., Brägger U. (2015). Digital vs. conventional implant prosthetic workflows: a cost/time analysis, Clinical Oral Implants Research, 26(12), pp. 1430–1435. doi: 10.1111/clr.12476.

Kayatt FE. (2013). Aplicação dos Sistemas CAD/CAM na Odontologia. Elsevier Brasil.

Mühlemann S. et al. (2019). Randomized controlled clinical trial of digital and conventional workflows for the fabrication of zirconia-ceramic posterior fixed partial dentures. Part II: Time efficiency of CAD-CAM versus conventional laboratory procedures. The Journal of Prosthetic Dentistry, 121(2), pp. 252–257. doi: 10.1016/j.prosdent.2018.04.020.

Pegoraro LF. et al. (2013). Prótese Fixa – Bases para o planejamento em reabilitação oral. 2nd edn. São Paulo: São Paulo: Artes Médicas.

Wiranto MG. et al. (2013). Validity, reliability, and reproducibility of linear measurements on digital models obtained from intraoral and cone-beam computed tomography scans of alginate impressions. American Journal of Orthodontics and Dentofacial Orthopedics, 143(1), pp. 140–147. doi: 10.1016/j.ajodo.2012.06.018.

Van der Zande MM. et al. (2018). Dentists’ opinions on using digital technologies in dental practice. Community Dentistry and Oral Epidemiology, 46(2), pp. 143–153. doi: 10.1111/cdoe.12345.

Zavolsky A. et al. (2021). Transitional Era: from analogical to digital workflow in oral rehabilitation: a case report. RGO - Revista Gaúcha de Odontologia, 69, pp. 1–11. doi: 10.1590/1981-86372021003220200045.

Downloads

Publicado

25-06-2024

Como Citar

1.
Garcia de Araújo J, Silva ECC da, Seabra EJG, Silva SA. Comparação entre o scanner de bancada e o scanner intra-oral: relato de caso. RFPP [Internet]. 25º de junho de 2024 [citado 19º de julho de 2024];4(2). Disponível em: https://revistadeodontologia.facpp.edu.br/index.php/rfpp/article/view/110

Edição

Seção

Artigos